Bootstrap

10 Pontos-Chave Sobre Trabalho na Bíblia que Todo Cristão Deveria Saber

Article / Produced by TOW Project and Partners
People g934782962 1280

por Andy Mills, co-presidente do Theology of Work Project. Andy se converteu enquanto era CEO, e ele sentiu Deus trazendo à tona a importância de se perguntar: “Que diferença ser cristão faz para o meu trabalho?”. Com o passar dos anos, a vasta experiência de Andy como um cristão trabalhando no mercado de trabalho, e seus estudos das Escrituras o ajudaram a formar a seguinte perspectiva sobre trabalho.

Tradução fornecida por Movimento Lausanne - Brasil

A Bíblia deixa claro que trabalho importa para Deus. Não importa qual é a sua profissão ou ocupação - seja você um pai ou mãe, um motorista de ônibus, um artista ou engenheiro - Deus se importa com o seu trabalho. Aqui estão dez pontos-chave sobre o trabalho tirados da Bíblia. Eles fornecem uma fundação prática para cristãos que se perguntam sobre o que a Bíblia diz sobre como devemos abordar nosso trabalho.

1) O trabalho faz parte do panorama geral de Deus. Deus criou todas as coisas, e Ele revelou que, em sua soberania, a ordem está progredindo através do processo de Criação, Queda e Redenção. A ordem criada por Deus começou com o jardim perfeito (Jardim do Éden) e será consumada na cidade perfeita (Nova Jerusalém).

2) Nosso trabalho importa para Deus, agora e eternamente. Deus escolheu criar o homem e a mulher em sua imagem para, dentre outras coisas, trabalhar e cuidar da ordem criada para a glória dEle e para o aperfeiçoamento da humanidade. Não conseguimos compreender em sua totalidade, mas o bom trabalho que fazemos hoje, feito com e para Ele, irá sobreviver na Nova Jerusalém. O trabalho em si tem um valor intrínseco.

3) Deus nos dá habilidades, dons e talentos únicos e nos chama para atividades e funções específicas. Embora as funções e cargos possam ter diferenças aparentes em importância, nosso chamado é igual. É um chamado espiritual. Não existe um chamado de segunda categoria vindo de Deus. Nós seremos dignos desse chamado se formos devotos no nosso relacionamento com Ele e buscar apenas nEle por força e liderança.

4) Qualidade, caráter e ética são fundamentais para o nosso trabalho. Nós somos responsáveis não somente pela qualidade do nosso trabalho, mas também pela nossa fidelidade à Deus na forma como buscamos trabalhar, e pelo nosso próprio bom caráter enquanto trabalhamos. Seremos julgados e recompensados de acordo com isso. No entanto, Deus é o responsável pelo resultado e impacto do nosso trabalho.

5) Nosso trabalho está unido com Cristo. Nós devemos trabalhar como se estivéssemos unidos com Cristo. “Justiça e retidão são os alicerces do teu trono; amor e verdade vão à tua frente”. Nosso trabalho e as decisões que tomamos devem ser baseadas nestes princípios: Alinhamento com o padrão moral de Deus, preocupação constante para oferecer um tratamento justo para com o outro e através de uma expressão clara do amor de Cristo para com todas as pessoas.

6) Nosso trabalho deve ser centrado no serviço ao próximo. Desde os produtos e serviços que oferecemos, até o fornecimento de recompensas financeiras justas e oportunidades para que outros exerçam seus dons e talentos. Nosso trabalho é uma oportunidade para buscar a paz e o bem estar das nossas organizações, cidades e nações. Humildade e gratidão devem ser a marca do nosso caráter. Nós devemos sempre reconhecer Deus no nosso trabalho e devemos considerar ser embaixadores dEle uma responsabilidade pesada, porém honrada.

7) Um ritmo de trabalho e descanso é essencial para a vida. Deus nos convida a ter um padrão deliberado de descanso habitual. Esses períodos de descanso tem como propósito restaurar e também trazem a oportunidade de tirar um tempo para refletir sobre Cristo e nosso relacionamento com Ele de forma intencional.

8) O uso de riquezas e os nossos investimentos devem ser dirigidos por Deus. Nós devemos permitir que Deus dirija o uso de tudo o que Ele providenciou através do nosso trabalho para o aperfeiçoamento do próximo e o crescimento do Reino de Deus. Essas provisões incluem nossos dons, tempo, capacidade financeira e influência.

9) A obra de Deus se multiplica por meio de relacionamentos e por meio da igreja local: Precisamos nos relacionar com outros seguidores de Cristo para ter e dar suporte e prestação de contas. Devemos procurar mentores e procurar mentorear outros. Devemos nos comprometer com a igreja local e ajudar a trazer o mundo do trabalho para a igreja e a igreja para o mundo do trabalho.

10) Trabalho é uma dádiva de Deus. Nós devemos reconhecer sempre que o trabalho é uma dádiva de Deus, assim como nossa capacidade de sermos felizes nele. Alternativamente, o trabalho e conquista que brotam da nossa inveja dos outros não têm sentido e nunca trarão contentamento e alegria. Nós ansiamos pelo dia em que trabalharemos juntos em perfeita harmonia na presença de Deus na Nova Jerusalém.



{ body #wrapper section#content.detail .body .body-main blockquote p { font-size: 0.875rem !important; line-height: 1.375rem !important; } }